Biologia da Evolução de Plantas Daninhas Resistentes à Herbicidas.

Hoje tem início a série de postagens sobre o II Colóquio Internacional sobre Resistência de Plantas Daninhas! Na abertura do evento tivemos a palestra do professor Dr. Robinson Antonio Pitelli, que falou sobre a biologia o desenvolvimento da resistência de plantas daninhas a herbicidas.

Logo na abertura, o palestrante citou Dobzhansky, T. que disse: “Em biologia, nada faz sentido a não ser a luz da evolução”, ou seja, a resistência de plantas daninhas a herbicidas, nada mais é que uma evolução adaptativa do meio (processo a nível de população, como resposta a um fator ecológico limitante presente no meio, visando garantir a sobrevivência da espécie).

Mas tarde, foram citados processos envolvidos na evolução adaptativa das populações, propostas por Stebbing. Eles são divididos em processos básico: Mutação gênica, alteração na forma e estrutura dos cromossomos, recombinação genética, seleção natural, isolamento reprodutivo e processos acessórios: Hibridação, migração e efeitos aleatórios.

A palestra pode ser baixada aqui!

#evolução #herbicida #resistência

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Boa tarde. O blog foi atualizado na aba downloads ou aqui abaixo com três palestras sobre espécies resistentes à herbicidas. As mesmas foram proferidas no III CONBRAF, Congresso Brasileiro de Fitossan