Resistência de Plantas Daninhas no Uruguai

No último mês, em palestra da Pesquisadora Grisel Fernandez (Universidad de la Republica, Uruguay) obtivemos a situação atual da resistência de plantas daninhas a herbicidas no Uruguai. Os textos da pesquisadora sobre o assunto podem ser acessados aqui (texto 1, texto 2 e palestra).

Segundo ela, a seleção de plantas, começou a acontecer no Uruguai, principalmente devido a expansão da soja (veja na figura abaixo). Não só o uso repetido de um mesmo herbicida, mas também as áreas deixadas em pousio, fizeram que os casos de escape no controle aumentassem.Hoje o pousio é proibido no Uruguai, sendo este fiscalizado pelo Governo. Como rotação usam-se culturas como a aveia ou leguminosas porém não existe ainda uma cultura “preferida” pelos produtores.

Entre os atuais problemas estão as plantas de buva (tanto Conyza bonariensis como Conyza canadensis) e azevém (Lolium multiflorum). Teme-se a seleção de plantas como o capim-de-galinha (Eleusine indica), algumas plantas de capim-branco (Chloris spp.), braquiárias (Urochloa spp.) e carurus, entre eles Amaranthus palmeri.

Como conclusão de uma Manejo adequado, propõe-se a rotação. Rotação de culturas, de mecanismos de ação de herbicidas, de vias de metabolização de herbicidas, o uso da dose cheia recomendada pelo fabricante, eliminar plantas que escapem ao controle e ações unificadas entre produtores-academia-governo-empresas.


soja

#herbicideresistance #resistênciaàherbicidas #Uruguai

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Boa tarde. O blog foi atualizado na aba downloads ou aqui abaixo com três palestras sobre espécies resistentes à herbicidas. As mesmas foram proferidas no III CONBRAF, Congresso Brasileiro de Fitossan